Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

14
Jul15

Mais uma ficha, mais uma volta (ao estômago)

Maria das Palavras

Kanguru | Mais uma ficha mais uma volta (ao estômago) - Maria das Palavras

 

Sempre fui menina para me meter em coisas que fazem cócegas no estômago. Se quando era pequenina a máxima adrenalina se conseguia naquelas chávenas do carrossel grande bem presa entre pai e mãe, quando cresci isso estava já longe de me satisfazer a gula por feira popular. Nunca conheci a de Lisboa - infelizmente - e em Leiria só temos feira com diversões em Maio, pelo que sempre que há alguma coisa nas redondezas faço de tudo para marcar presença e dar uma voltinha. Tudo isto porque não posso andar aí a percorrer mais parques de diversões pelo mundo fora.

O grande problema está na companhia. Isto de gritar sozinha não tem o mesmo encanto. A minha irmã, deu-me a imensa felicidade de vencer o medo (que acho que tinha sido a minha mãe a inculcar-lhe, a bem da verdade, não devia querer perder as duas filhas em simultâneo num acidente com carrinhos coloridos a voar), mas - fina como é - só deixou que isso acontecesse quando a levei à Disney comigo. E eu varadinha de medo de ter pago uma fortuna pelo bilhete e ela não conseguir andar em nada. Correu bem.


E chegamos ao Moço. O Moço é um menino. Tem medo das cócegas na barriga. Não o consigo convencer a alinhar em nada com adrenalina. No entanto, no outro dia, estava eu de birra a querer ir-me embora de uma festa, e ele diz: ficamos mais um bocadinho e eu ando contigo no Kanguru. Nem sabe o que fez à vida dele: era tarde demais para recuar face aos meus olhinhos brilhantes de entusiasmo.


Arrependeu-se, esperneou, quis desistir, mas já não teve hipótese. Foi ele quem deu a ideia.
Entramos no Kanguru, que é só por acaso uma das diversões mais ligeirinhas, apesar de ter potencial para partir colunas. Pronto, não é das mais ligeirinhas, sobretudo aquele não era - ao contrário deste da foto que tem cadeiras individuais, ainda era dos antigos, em que uma pessoa vai andando aos tombos de um lado para o outro a colecionar traumatismos enquanto aquilo salta e os mais magros arriscam-se a escorregar para o chão (ou não, ou não).


Aquilo começa a rodar e a saltar e nas primeiras voltas só estava a pensar que tinha feito asneira e nunca mais insistiria com ele para entrar numa coisa daquelas, tal era o seu ar assustado e enjoado, quase de entrega a Deus...Repetia o mantra "não gosto disto, pronto, não gosto disto".


Mas como todas as histórias que envolvem um casal: a mulher tinha razão. No fim já estava entretido e capaz de me acompanhar noutras andanças. Hoje o Kanguru, amanhã o mundo. Vão ver. Vão ver se não o ponho a saltar de um avião um dia destes. Ou talvez ande comigo nas chávenas, vá. Agarradinho.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds