Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

18
Jul17

Maria, a Adúltera

Maria das Palavras

Fizeram-me um reparo - perfeitamente legítimo e num tom educado (desses, venham mais) - relativamente ao post sobre o Tinder. Que como sou comprometida estaria a escrever do ponto de vista de uma adúltera. Um tico de exagero, mas como sou a rainha disso (do exagero, entenda-se, não dos casos extraconjugais), não levo nada a mal. Confesso que essa perspectiva não me tinha passado pela cabeça, porque tentei apenas fazer uma análise superficial, vagamente humorística (vagamente, porque não há talento para mais) e fiz um único “like” por engano puro, sem mais nenhum tipo de interação. Tive a aplicação instalada por não mais de 3 horas, recolhi alguns dados e o post que daí resultou é só uma primeira impressão. Foi uma ideia que surgiu da conversa com o P.A. tentando encontrar algo em que homens e mulheres fossem potencialmente diferentes, para darmos as duas perspetivas da coisa.


Que fosse perspetiva de adúltera não concordo - olhei como moça solteira que fui a maior parte da vida, mas claro, sem agir sobre isso. Não tenho feitio para traições - e não sei se isso é uma qualidade ou uma incapacidade. No entanto, há uma preocupação que tive desde o início: e se as pessoas acharem que estou a gozar? Acharem que estou a faltar ao respeito a quem usa a aplicação, ou quem não usa mas não tem par? Pus-me nos meus sapatos de há 4 anos e tentei escrever de forma a não ofender a Maria do passado, que não tinha um ("o") Moço. É certo que essa Maria, como esta Maria, tem em si um descomplicómetro em certas áreas da vida: não me chateio com coisas que não têm impacto. E se lesse um post destes, jamais me incomodaria com ele.

 

As pessoas são diferentes. Nem melhores, nem piores que eu. Diferentes. Sei disso. Respeito.

 

Para as pessoas que têm uma visão diferente de mim, neste ou em tantos outros posts em que brinco para além da vossa sensibilidade ou dou opiniões que colidem com a vossa, fica a mensagem: não me dêem importância. Eu própria não me levo muito a sério. [Mas são e serão sempre bem-vindos neste canto.]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria das Palavras 18.07.2017

    Ahahahah! Bela perspetiva sobre a infidelidade, já me fartei de rir :D
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Seguir no SAPO

    foto do autor

    Passatempos

    Ativos

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    O meu mai'novo

    Escrevo pr'áqui







    blogging.pt

    Recomendado pela Zankyou

    Blogs Portugal

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D

    subscrever feeds