Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

15
Jul14

Mensagens de Amor: escreva a sua em três passos!

Maria das Palavras
Palavras e Cartas

 

O meu trabalho mete uma grande componente acerca de motores de busca e das pesquisas em si. Sabem qual é a expressão mais pesquisada relativa ao amor? A que dá título ao post: mensagens de amor.

 

São milhares de pessoas que se dirigem a um motor de busca na esperança que alguém desconhecido lhes diga o que hão-de escrever à sua paixão do momento (ainda que seja um momento eternamente prolongado). Como se alguém no mundo pudesse saber melhor o que cada um sente ou o que cada outro faz sentir.

 

Eu sei que falo do alto da minha gramática polida por centenas de livros que li e da minha paixão pela escrita. Mas também sei que no dia em que escrevi uma "carta de amor" (precoce) ao meu Moço (pronto, foi por email, sou batoteira) a sua resposta simples me emocionou tanto quanto o fariam mil versos de palavras decassilábicas com rimas perfeitas. Passo a cometer uma inconfidência e partilhar essa resposta: 

Não tenho muitas palavras para o teu mail (também não tenho jeito para a escrita) mas posso te garantir que o sentimento é mútuo e que fico feliz por sentires isso. É nos pequenos gestos que se vêm as grandes pessoas e tu tens demonstrado tudo isso. Desculpa se falo muito no futuro, mas sou um sonhador e neste momento fazes parte do meu sonho.


Ele não usou metáforas, nem outras figuras de estilo. Não mencionou as palavras paixão, amor, desejo, e ainda assim fez-me uma bonita declaração que guardo até hoje (no servidor de email, vá).

Por isso, para todos os que procuram palavras de outros, fica a minha sugestão para em três passos simples escreverem a vossa própria mensagem. Única, terna, verdadeira. E prometo que a pessoa do outro lado não preferiria nenhuma outra mensagem de copy-paste.

 


Escrever uma mensagem de amor em 3 Passos

  1. Pensar numa coisa única - um detalhe - que vos encante na outra pessoa. Uma característica física, ou de feitio, ou um hábito. Pode ser o cabelo sempre desalinhado, o fato de vestirem sempre azul, andarem sempre com um livro atrás, trautearem músicas enquanto conduzem, um riso engraçado, uma marca de nascença, separarem sempre a salada do arroz antes de começarem a refeição...qualquer coisa em que repararam já. Mostra que reparam nele/a, que é algo que não poderia ser escrito para outra pessoa.
  2. Pensar no que essa característica única vos faz sentir. Ou a pessoa em si, se a partir da característica for muito difícil. Arrepios? Vontade de correr para ao pé dela? Ternura? (não vale dizer tesão...ou vale, dependendo do cariz daque tencionam emprestar à mensagem)
  3. Compor as duas coisas numa oração. Por exemplo: "Sabes o que mais gosto em ti? A cicatriz que tens no lábio e tanto odeias. Dá-me a certeza que és real - custa acreditar." ou "Sinto-me a pessoa mais afortunada do mundo por ter o privilégio de te assistir a pentear a mesma madeixa de cabelo teimosa que te cai sobre a testa, todos os dias" ou "Para onde quer que vá tenho sempre na cabeça aquela música, a Happy do Pharrel Williams, porque andas sempre a cantá-la. Vês? Fazes-me feliz, mesmo quando não estás comigo."

 

E por aí adiante. Podem pensar nos locais onde já foram felizes e falar dessas memórias ou das intenções de lá voltar. Descrever primeiras vezes juntos (sem ser obrigatoriamente a óbvia). Se quiserem um dia faço um guia mais completo, com várias perguntas que podem tentar responder mentalmente, de forma a terem material para comporem um texto que dê para uma carta inteira em vez de uma pequena mensagem. A vossa carta, para a vossa pessoa. De mais ninguém, para mais ninguém.

 

 

Se precisarem de ajuda...bem, se estou para aqui com esta conversa toda, o mínimo que posso fazer é oferecê-la. Afinal desde que vi o filme Her que sonho ter a profissão do protagonista (que escrevia cartas de amor, como ganha-pão). O mail - para qualquer coisinha - é daspalavras[arroba]sapo.pt.


Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria das Palavras 15.07.2014

    Aha! Apanhada! (somos duas, não digas a ninguém)

    Olha que bela ideia, essa do livro! Hei-de mencionar-te no prefácio :)
    A ideia dos cupões adoro - aliás também já fiz, mas com batota porque comprei uns pré-feitos. Tinham coisas do género ida ao cinema, jantar e uns cafunés básicos. Depois o último era personalizável. Com mais uma regra que acrescentei: data de validade!

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Seguir no SAPO

    foto do autor

    Passatempos

    Ativos

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    O meu mai'novo

    Escrevo pr'áqui







    blogging.pt

    Recomendado pela Zankyou

    Blogs Portugal

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D

    subscrever feeds