Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

21
Abr19

O blogger anónimo está em vias de extinção

Maria das Palavras

A blogger anónima, uma espécie em vias de extinção - Maria das Palavras


Ninguém abre os olhos para esta causa. Ninguém cria uma linha de apoio. Ninguém marca blogger anónimos na consignação de solidariedade do IRS. Mas a luta é real.

 

O blogger anónimo não pode ganhar uns trocos pintando os beiços com a nova gama de maquilhagem ou os óculos de sol da Vitom, porque não pode mostrar a cara.

 

O blogger anónimo só tira fotos de costas, o que é uma fortuna em calças, que nunca podem estar coçadas no rabo.

 

O blogger anónimo vive incompleto por não poder usar o filtro de orelhinhas de cão nos Stories, que é revelador de identidade.

 

O blogger anónimo não pode ir a eventos da Boticário (e não é só porque não foi convidado!).

 

O blogger anónimo nem pode ser levado para cativeiro no zoológico para preservação da espécie, porque ninguém pagaria para ver uma figura com uma máscara de emoji a tapar a cara. 

 

Face a todas estas dificuldades, muitos optam pelo caminho da fronha a descoberto. Os efeitos são nefastos. E não falo de olhar para pessoas feias, porque hoje em dia toda a gente sabe que não se usam sacos de plástico para comprar fruta e a beleza está no interior. Mas o grau de realidade cai a pique. Toda a gente sabe como é mais fácil a prática de dizer-o-que-vai-na-telha quando ninguém sabe bem quem fala. Os comentadores anónimos que o digam. Há muito hater com nome que também é elefantezinho em loja de cristal, mas os anónimos gostam mesmo de partir a louça até ao último caco.

A vós, resistentes do anonimato na web, um conselho para a vida: mesmo sob a capota, nunca devem escrever nada que o vosso pai ou o vosso chefe não pudessem ler.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Maria das Palavras 22.04.2019

    Concordo quase em absoluto (o quase apenas na medida em que há filtros que até "na vida real" devem ser usados" sob pena de magoar sem necessidade outras pessoas).

    No entanto não acho possível escrever-se igual como anónimo, anónimo com algumas pessoas a conhecerem a identidade ou a dar a cara. Imaginar o público afeta a escrita, mesmo inconscientemente. Daí, aliás, a opçã do anonimato, ou ninguém o faria).
    E ao dar a cara, sobretudo para pessoas com muita dimensão, há que pensar que ao falar de tudo sem alguns cuidados virão ofensas, claro e que mesmo que a própria pessoa saiba lidar com isso, há membros da família por exemplo que se podem ver também afetados ou que podem simplesmente sofrer ao ver essa maldade alheia.

    Em todo o caso este texto não era para falar a sério. Foi só uma reflexão pateta de como cada vez menos há bloggers anónimos :)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Seguir no SAPO

    foto do autor

    Passatempos

    Ativos

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    O meu mai'novo

    Escrevo pr'áqui







    blogging.pt

    Recomendado pela Zankyou

    Blogs Portugal

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D

    subscrever feeds